CAMPANHA CONTRA A VOLTA DA CPMF - PARTICIPE!

 

 

Nossa Pátria está sendo assolada pelo vírus da tributação - ajude a extirpar este mal!

 

As despesas do Governo Federal dispararam, conforme amplamente noticiado pela mídia nacional. Os gastos, juros e desperdícios governamentais já consomem em torno de 40% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, um verdadeiro absurdo. A Nação é sugada descaradamente pelo Governo Federal - trabalhadores e empreendedores estão pasmos com a retórica populista/tributarista da era FHC/Lula.

 

Governadores e a Base Governista da Presidenta Dilma irão pressionar o Congresso para o retorno da cobrança da CPMF, agora rebatizada de CSS - "Contribuição Social para a Saúde”. Muitos governadores manifestaram apoio para que a CPMF retorne, desde que seus estados também recebam parte dos recursos da arrecadação deste tributo.

 

A CSS é uma verdadeira “Contribuição sobre Salários e Soldos”, pois afeta duplamente os trabalhadores e profissionais liberais:

 

1.      Pelo pagamento indireto em seus salários e rendimentos, através dos débitos bancários e

2.      Pelo repasse que as empresas fazem aos produtos, relativamente à transferência de custos com a contribuição.

 

A CPMF começou com alíquota de 0,2% e depois aumentaram-na para 0,38%. Após uma dura luta - onde nós (contribuintes) participamos ativamente, protestando na imprensa e pressionando o Senado - a CPMF foi extinta no final de 2007. Afinal, é a pressão da sociedade e dos contribuintes que possibilitará reduzir a carga tributária brasileira e o gigantismo do Governo Federal.

 

Só para lembrar aos que defendem a volta da CPMF como forma de fiscalização e pressão sobre os contribuintes: não se esqueçam que a Receita Federal tem um arcabouço eletrônico à sua disposição, e pode perfeitamente identificar quem sonega, através das informações geradas pelos bancos e outros contribuintes (como dados sobre movimentação de cartões de crédito, operações imobiliárias, cruzamento de dados sobre pagamentos e deduções efetuadas, DIMOF - Declaração de Informações sobre a Movimentação Financeira, etc.) – utilizar a CPMF/CSS como recurso fiscalizatório é apenas um argumento fútil para os ingênuos engolirem.

 

E, para quem acha que a CSS vai proporcionar mais recursos para a saúde: a CPMF, enquanto vigorou, arrecadou em torno de R$ 400 bilhões – mas será que a saúde do povo melhorou? O que vimos foi deterioração no quadro geral de atendimento à população, hospitais públicos fechando ou sendo interditados, etc. Enfim: imposto não resolve o problema de saúde, o que resolve é uma boa gestão dos recursos já existentes!

 

Quando a CPMF não foi prorrogada em 2007, foi introduzida uma alíquota adicional no IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre operações de crédito, então, na prática, não houve desoneração, embora os recursos arrecadados não tenham sido aplicados na área de saúde.
 

Além disso, o total de tributos arrecadados no Brasil deverá superar R$ 1,5 trilhão em 2011 (conforme projeção do site Impostômetro) – você não acha que já é dinheiro suficiente para os governos, e que há recursos de sobra para a saúde – bastando haver boa vontade (e menos desvios) na aplicação deste dinheiro?

 

Agora, para efetivamente entrar em vigor o novo encargo sobre a população brasileira, a nova CPMF deve ser aprovada pelo Congresso.

 

Se você não concorda com mais este aumento de tributos no Brasil, escreva protestando para senadores e deputados federais – sua participação é importante!

 

Pressione senadores e deputados contra a instituição da CSS – remeta mensagens, e-mails, fax, telefone – veja a lista de senadores e contatos com deputados federais. Veja sugestão de texto de protesto:

Nós, trabalhadores e empreendedores do Brasil, não aguentamos mais a carga tributária sobre nossas costas, e ainda Governadores e a Base Governista Federal querem o retorno da CPMF! É mais um tapa na cara de quem produz e trabalha.

 

Chega de aumentar tributos neste país! Já pagamos 40% de nossas rendas para sustentar esta máquina gulosa e insaciável!

 

Como você vai se posicionar?


Recebemos muitas manifestações sobre a campanha contra a volta da CPMF. Selecionamos algumas:

A CPMF nunca serviu a saúde, trabalho nela e a cada dia a saúde no Brasil piora, diria que atualmente está chegando na UTI, basta acompanhar os hospitais públicos. Se diminuírem os gastos e a retirada para os próprios bolsos (políticos), garanto que teria dinheiro para tudo, principalmente saúde e educação... SB

Mais uma vez "nossos representantes", se mostraram preocupadíssimos com a SAÚDE, - deles. Gerson

Temos que fazer alguma coisa para acabar com essa palhaçada e o descaso com o povo brasileiro, que só paga, paga, paga. Paga de todas as formas possíveis e imaginárias e não têm nenhum benefício digno em contrapartida. Temos que nos unir e exercer nosso papel de cidadão consciente. OBC - Contabilista

É um absurdo o que nossos governantes fazem com os brasileiros que mais necessitam da saúde publica, aumentam a carga tributária - mas quando alguém precisa dos serviços de saúde os próprios médicos do SUS falam que para terem um tratamento adequado é melhor fazer um plano de saúde, porque o sistema não atende. DL

...mais um imposto entre tantos outros que serve somente para manter a mamata dos apadrinhados que loteiam a nação! PK

A saúde já é um dos principais setores que estão enquadrados na "conta" que pagamos relativo aos impostos recolhidos. Se eles realmente têm a intenção de melhorar a saúde da população, que fiscalizem melhor o dinheiro que circula pelos cofres do governo... S - Estudante de Administração

É um absurdo dizer que esta contribuição é para a saúde, o dito CPMF também era, e a saúde está um caos... MLSR

Se é necessário imposto para a saúde, é necessário também para a educação, para o transporte e, com esse raciocínio não interessa mais cortar gastos públicos, porque é muito fácil resolver o problema de caixa: - basta aumentar impostos... RM

É uma vergonha a Câmara aprovar mais este imposto em um país que só perde para a Finlândia em arrecadação de impostos. Vieram com a desculpa de que "acabaram" com a CPMF para aumentarem a alíquota do IOF e a contribuição do INSS na folha de pagamento dos trabalhadores.... O problema é que os políticos estão achando muito pouco o dinheiro que está indo para os cofres públicos ... enquanto isso, o pobre morre nas filas dos hospitais e postos de "saúde"... GAM


Tributação | Planejamento Tributário | TributosLegislação | Publicações Fiscais | Guia FiscalBoletim Fiscal | Eventos | Boletim Contábil | Boletim Trabalhista | RIR RIPIRPS | ICMS | IRPJ | IRPF | IPI | ISS | Simples NacionalCooperativasModelos de Contratos | ContenciosoJurisprudênciaArtigosTorne-se ParceiroContabilidade | Guia Trabalhista | Normas Legais | Publicações Jurídicas