MP 232 E CPMF – A NAÇÃO X O GOVERNO

Júlio César Zanluca 

Se você acredita que governos resolvem nossos problemas, este artigo não é para ser lido. 

Com o fim da CPMF, em 13.12.2007, descobrimos nós, cidadãos, eleitores e contribuintes, que podemos, com pressão, conseguir redução na carga tributária e do gigantismo estatal que tenta engolir o Brasil.

 

Em 31.03.2005, outra data histórica na luta Nação x Governo, obtivemos outra vitória, com o afastamento da cruel MP 232, que traria aumentos significativos na tributação de pequenas empresas.

 

Estes episódios mostram que nossa Nação têm esperanças, diante da tomada de poder por grupos que tentam dilapidar o patrimônio público, através da exploração tributária sobre o povo brasileiro, da corrupção, da esperteza política, dos conchavos, dos juros exorbitantes pagos e das tentativas de se perpetuar no poder.

 

O governo federal tem superávit, e não precisa de mais arrecadação. Anunciou cortes de despesas, em 2008, que poderão chegar a R$ 20 bilhões. Obviamente, reduzindo-se o tamanho do Estado, reduz-se a necessidade de seu financiamento. Ganha a Nação (que somos todos nós), pois, se prosseguir a escalada tributária verificada pelos governos populistas e demagógicos, atingiríamos logo um nível de escravidão, onde a Nação se dobraria ao Governo.

 

As 2 batalhas foram ganhas, mas a guerra não. Nação x Governo continuam se digladiando, e, infelizmente, este último tem ganho a maioria das batalhas. A tributação subiu de 20% do PIB (1988) para inacreditáveis 40% em 2006 (dados do IBPT). A ferocidade com que os governos, especialmente o governo federal, perseguem aumentos de arrecadação é assombroso. Apenas alguns dias após o presidente Lula anunciar que não haveria aumentos de tributos, lança 2 decretos aumentando o IOF e uma Media Provisória aumentando a CSLL.

 

Se você acredita na liberdade, na justiça, na ética, então continue pressionando políticos para que o Estado reduza, e que a Nação brasileira não seja engolida por estes milhares de “companheiros” que tomaram o poder e agora julgam-se donos de tudo, inclusive de nosso labor e de nosso livre-arbítrio!

 

"Mas, se ergues da Justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, à própria morte..." (estrofe do Hino Nacional Brasileiro)


Tributação | Planejamento Tributário | TributosLegislação | Publicações Fiscais | 100 Idéias | Guia FiscalBoletim Fiscal | Eventos | Boletim Contábil | Boletim Trabalhista | RIR RIPIRPS | ICMS | IRPJ | IRPF | IPI | ISS | Simples NacionalPIS/COFINSCooperativasModelos de Contratos | ContenciosoJurisprudênciaArtigosTorne-se ParceiroControle CondomíniosContabilidade | Guia Trabalhista | Normas Legais