Portal Tributário Obras Eletrônicas Cadastre-se Tributos Boletim Downloads

NO BRASIL, POBRE PAGA IMPOSTO E RICO RECEBE

 

Júlio César Zanluca

 

A injustiça social tributária verificada no Brasil é gritante. Todos os recursos (receitas) que advém do imposto de renda que recai pesadamente sobre a classe trabalhadora vão direto para os bolsos dos endinheirados, senão vejamos:

 

- A arrecadação do imposto de renda retido na fonte-salários, projetada para 2008, é de R$ 50 bilhões (a).

- Só de pagamento de juros e encargos da dívida pública (remuneração de bancos e investidores), o valor estimado para 2008 é de R$ 150 bilhões.

 

Ou seja: todos os recursos amealhados sobre a tributação na fonte da classe produtiva no Brasil vão parar diretamente no bolso de quem tem dinheiro, e ainda há de se “sugar” mais R$ 100 bilhões de outras fontes tributárias para remunerar os detentores da dívida pública da União!

 

Segundo o estudo “Os Ricos no Brasil”, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), cerca de 20 mil clãs familiares (grupos compostos por 50 membros de uma mesma família) apropriam-se de 70% dos juros que o governo paga aos detentores de títulos da dívida pública. (c)

 

Enquanto isso, o governo federal continua esbanjando dinheiro com aumento de juros, aumento de despesas com pessoal, nomeações e outras maracutaias, sem que a população perceba que estamos indo diretamente para o caos financeiro, privilegiando os mais ricos em detrimento da população trabalhadora.

 

Conforme Anexo V do Orçamento da União/2008 (b), somente em 2008 estão previstos a criação de mais de 50.000 cargos públicos federais. Será que a máquina estatal já não está inchada o suficiente? Julgue por si mesmo!

 

Se você está cansado com este sistema injusto de tributação e desperdício de dinheiro público com juros e gastos supérfluos do Governo, exerça seu direito de expressão e escreva, protestando, para os jornais, televisão e outros órgãos de comunicação. Considere a possibilidade de escrever para senadores e deputados, exigindo uma reforma tributária imediata e uma redução do Estado.

 

Fontes:

(a) arrecadação do IRF-Assalariados de janeiro a julho/2008 = R$ 29 bilhões, conforme http://www.receita.fazenda.gov.br/Publico/arre/2008/Analisemensaljul08.pdf

(b) disponível em http://www.planejamento.gov.br/arquivos_down/sof/orcamento_2008/lei_11647_2008_anexos.pdf

(c)  Agência Brasil - http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/01/29/materia.2008-01-29.4152065675/view


Tributação | Planejamento Tributário | Tributos | Legislação | Publicações Fiscais | 100 Idéias | Guia Fiscal | Boletim Fiscal | Eventos | Boletim Contábil | Boletim Trabalhista | RIR | RIPI | RPS | ICMS | IRPJ | IRPF | IPI | ISS | Simples Nacional | PIS/COFINS | Cooperativas | Modelos de Contratos | Contencioso | Jurisprudência | Artigos | Torne-se Parceiro | Contabilidade | Guia Trabalhista | Normas Legais